7 de dezembro de 2011

Para lá da consagração dos melhores da temporada no mais antigo circuito internacional de veteranos realizado na Península Ibérica, o evento organizado pela Lagos Sports terá como ponto alto o Pro-Am de sábado, com a participação do melhor tenista português de todos os tempos, Rui Machado (68º ATP), e ainda Pedro Sousa (341º ATP), o único jogador capaz de “roubar” um set este ano a Juan Martin del Potro durante a caminhada do argentino rumo ao título do Estoril Open.
 
Igualmente no sábado, a partir das 15 horas, terá lugar a primeira edição da Médis Jovem, destinada a servir de montra para os quatro melhores tenistas nacionais do escalão de Sub-12. Por indicação de Nuno Mota (coordenador do Plano Nacional de Detecção de Talentos) e do seleccionador nacional Paulo Santiago, estarão em acção nos courts cobertos do CIF:

O campeão nacional de sub-12 Duarte Vale (Quinta da Marinha), o vice-campeão da mesma categoria, João António (Clube VII), Bernardo Pires (ET Maia) e Diego Herrera, atleta que abraçou já o sonho de investir numa carreira internacional, residindo e treinando actualmente na conceituada Academia Sanchez-Casal. Este torneio será discutido no formato de meias-finais/final, com o vencedor a ser premiado com um Apple IPad2.

Relativamente ao Masters, e seguindo a tradição dos últimos anos, o centenário clube lisboeta voltará a receber os 48 melhores tenistas da temporada, divididos por 12 escalões. Entre o lote de participantes, destaque para a estreia de Tiago Dores no Masters (+35 anos), com o conhecido humorista dos “Gato Fedorento” a estrear-se no dia 9 frente ao aguerrido Tiago Vasquez (vencedor da etapa de Madrid). A preparação de Dores tem sido intensa, apoiada em sessões de treino diárias.

Na variante de mais 50 anos, o britânico Rajiv Batra partirá como favorito, depois do triunfo assinado na jornada algarvia de Vilamoura pelo proprietário da FILA – marca de equipamentos desportivos. Em menos de 40 anos, o campeão nacional Nuno Delfino quererá defender esse estatuto na cimeira ibérica, mesmo contando com a forte concorrência do número quatro espanhol, Fernando Gravero Alameda.

Entre os mais experientes, o escalão de mais 65 anos oferecerá um “plantel de luxo” com os portugueses João Lagos, Nuno Allegro e Mário Videira, defensores das cores lusas diante do holandês Paul Abrahamse. Em mais 70 anos, a honra nacional ficará entregue ao grande campeão António Trindade, fazendo frente a três forasteiros. Nas senhoras, as atenções estarão viradas para a mais que provável final a discutir entre as irmãs espanholas Letícia e Cristina Almirall Garbayo (+40 anos).

A jornada competitiva terminará em ambiente de festa e consagração dos campeões com o jantar oficial a ter lugar no Hotel Miragem, em Cascais.

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.

Follow Me