9 de novembro de 2011


Regressar ao ecrã em 2012 é "pouco provável", dizem os Gato Fedorento. Afastados há dois anos, profissionais não duvidam: o quarteto-fenómeno faz muita falta.
Serão os Gato Fedorento sinónimo de boas audiências? Sim. As estações estão interessadas neles e continuam a enviar convites? Também. Será o orçamento do quarteto demasiado elevado para a televisão actual? Não. Depois de dois anos fora do pequeno ecrã, fica a dúvida: porquê a ausência de Ricardo Araújo Pereira, José Diogo Quintela, Miguel Góis e Tiago Dores? O problema aqui... é o formato de televisão.
"Voltar em 2012 não é um cenário provável. Temos convites dos canais generalistas, interesse que prezamos. Não só da SIC, todos os canais nos abordaram no fim do contrato (2009) e, volta e meia, renovam o convite. Mas neste momento, estamos a pensar no que havemos de fazer. Estamos numa fase em que não sabemos bem o que se pode seguir para nós, enquanto Gato Fedorento", contou à NTV Ricardo Araújo Pereira. O humorista, que refere sentir na rua a vontade do público de os ter de volta à TV, acrescenta que o regresso poderia ter sido este ano. "Houve a hipótese de repetirmos o Esmiúça os Sufrágios na SIC, nas últimas eleições, mas achámos que não o devíamos fazer para não sermos repetitivos", justifica o "líder" do quarteto-fenómeno. O mesmo explica que a ausência dos Gato não se prende por razões financeiras. "Claro que há dinheiro para nos contratar. O problema não é esse", afirma Araújo Pereira.
Depois de sete anos a fazer rir no pequeno ecrã, saltando da SIC Radical (Série Fonseca e Série Barbosa) para a RTP (Série Lopes da Silva e Diz Que É Uma Espécie de Magazine, e culminando, depois, na SIC (Zé Carlos e Esmiúça os Sufrágios), os quatro têm-se dedicado às campanhas da PT e da MEO, com quem trabalham desde 2006. O último projecto da sinergia é o Fora da Box. "Não é uma série de TV, é um anúncio num formato diferente, que sai de três em três meses", explica Ricardo Araújo Pereira. Com o quarto episódio a estrear-se em Novembro, na Web, os Gato Fedorento chegam ao final do contrato que os une à operadora. "O contrato termina no final do ano, vamos ver o que acontece a seguir...", deixa no ar Araújo Pereira. Apesar do silêncio em torno do orçamento do quarteto, em 2010, um jornal avançou que a PT terá pago uma verba total de 2,24 milhões de euros, a dividir pelos quatro elementos.
Além disso, Ricardo Araújo Pereira tem-se dedicado às crónicas semanais na Visão e à colaboração no programa da TSF Governo-Sombra. José Diogo Quintela escreveu artigos de opinião para A Bola e para o Público, foi jurado no concurso Achas Que Sabes Dançar (SIC) e abriu recentemente uma padaria, em Lisboa. Já Tiago Dores tem participado em torneios de ténis, em Espanha. Miguel Góis continua como colunista do jornal Record.
A ausência do quarteto tem sido também lamentada por profissionais da televisão. Herman José não tem dúvidas: "Gente com aquele talento e frescura faz sempre falta. O nosso universo de criadores é pequeno de mais para não se ressentir com a sua ausência", explica o humorista, acrescentando que o êxito dos Gato "não se explica, acontece quando capacidade de trabalho, talento e sorte se juntam", diz Herman.
Nilton concorda. "Fazem sempre falta bons produtos na TV e os Gato são um exemplo disso. O humor deles é inteligente e assertivo", explica o apresentador de 5 para a Meia-Noite. Pedro Boucherie Mendes, director-geral da SIC Radical, é claro: "A inteligência faz sempre falta à nossa TV. Eles têm uma invulgar qualidade no texto, autenticidade e muito boa química entre os quatro", explica Boucherie.
Mas, afinal, o que poderão fazer os Gato a seguir? "Eles já fizeram quase tudo. Talvez pudessem fazer umasitcom agora", diz Nilton. Boucherie apostaria num "formato fora do registo habitual deles, uma coisa mais de rua", adianta o director dos canais temáticos da SIC. Herman José difere: "Fazem bem em preservar-se enquanto dura a campanha da MEO, para evitar os efeitos nefastos da sobreexposição mediática", remata Herman.

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.

Follow Me