10 de julho de 2011


O humorista esteve no 20.º aniversário da TSF Porto e não se cruzou com Pinto da Costa, que lhe moveu um processo por difamação. Ricardo Araújo Pereira, que foi com os três colegas do programa radiofónico Governo Sombra, levou dois guarda-costas que deram mais nas vistas do que ele próprio

Ricardo Araújo Pereira anda com seguranças. O humorista esteve na Invicta para participar nas comemorações dos 20 anos de emissões da TSF Porto e levou dois guarda-costas. Além de ter protagonizado o programa Governo Sombra, em directo da Casa de Serralves, juntamente com os colegas João Miguel Tavares, Pedro Mexia e o coordenador Carlos Vaz Marques, o humorista marcou presença na festa que se realizou à noite no mesmo local, sempre vigiado pelos seguranças privados.

O evento, que decorreu nos jardins de Serralves, começou por volta das 22.00, mas Ricardo Araújo Pereira chegou bastante mais tarde. Pontual foi o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, outro dos ilustres convidados. Recorde-se que Pinto da Costa processou Araújo Pereira no âmbito do programa Gato Fedorento, "várias vezes" por difamação, por isso entende-se que a relação entre ambos não seja a melhor... ou até nem exista! Em Serralves, os dois nunca chegaram a cruzar-se nem a aproximar até porque entre eles estavam os dois corpulentos guarda-costas que acompanharam Ricardo Araújo Pereira. Um pormenor que parece não ter incomodado o líder portista, que se mostrou sempre bem-disposto junto da namorada e de amigos. Afinal, já lá estava quando Ricardo chegou e por lá ficou até quase ao final da festa.

Segundo o humorista, o atraso não foi para evitar o encontro com o dirigente portista, mas sim por causa de um jantar que demorou mais do que o previsto. Ricardo Araújo Pereira admitiu não haver "hipótese alguma" de se entenderem. No caso de Pinto da Costa se dirigir a ele, Ricardo Araújo Pereira assumiu que "reagiria mal". "Devo ser muito sincero e dizer que não tenho nenhum interesse em conviver", afirmou, acrescentando: "Acho que ele só nos processou uma vez, mas recorreu sempre e nós fomos sempre ganhando. Aliás, acho que nesse ano fui o único benfiquista que ganhou alguma coisa a Pinto da Costa".

Ricardo Araújo Pereira abandonou a iniciativa com os restantes elementos do Governo Sombra, logo seguido pelos musculados vigilantes.

As visitas ao Porto

O facto de Ricardo Araújo Pereira ter chegado acompanhado por guarda-costas vestidos de negro chamou a atenção de todos os convidados, sendo tema de conversa entre os presentes. Porque trouxe seguranças? Será por estar em território inimigo? "Qual inimigo? Nada disso, não é inimigo nenhum... Quando venho ao Porto sou tão bem recebido que até levo isso a mal, porque esforço-me muito por enervar as pessoas. É claro que a maior parte das pessoas que vem falar comigo é do Benfica, mas também há portistas que me abordam para me dizer que o meu único defeito é ser do Benfica", respondeu Ricardo com o cinismo humorado que lhe é característico.

Ricardo Araújo Pereira visita frequentemente o Porto e nem sempre recorre ao serviço de seguranças, principalmente quando dá aulas de Escrita Criativa na Universidade Católica. "Aí, ninguém vem comigo. Mas hoje era uma coisa maior, vínhamos em grupo e havia uma multidão e há sempre o guarda Abel que pode aparecer", disse Ricardo à Notícias TV.

Os dois profissionais que estavam com Ricardo Araújo Pereira já são "velhos conhecidos". Isto "porque trabalham connosco há muito tempo", disse Ricardo, adiantado em jeito de recado: "Às vezes trazemos seguranças, mas quando vamos a tribunal não."

Recorde-se que Ricardo Araújo Pereira e a família já estiveram sob ameaça por causa de um cartaz protagonizado pelos Gato Fedorento em que de forma humorística criticavam um cartaz do Partido Nacional Renovador, na Praça Marquês de Pombal, Lisboa, que contestava a presença de emigrantes.


Obrigada Ana Coelho!!

1 comentários:

Mrs Cardi disse...

De nada! É sempre um prazer contribuir para o sucesso do blog :)))

Com tecnologia do Blogger.

Follow Me