8 de julho de 2011


O caso foi desencadeado pela troca de acusações entre Miguel Sousa Tavares, cronista daquele desportivo, e os dois elementos do colectivo de humoristas Gato Fedorento – José Diogo Quintela e Ricardo Araújo Pereira – também cronistas de A Bola. Os três assumiam frequentemente nos textos as divergências clubísticas entre eles. Quintela declara-se Sportinguista, Araújo Pereira Benfiquista. E é conhecida a preferência de Sousa Tavares pelo FC Porto.

Sousa Tavares queixava-se, numa crónica de 2 de Novembro de 2010 que deixaria de escrever para A Bola uma vez que estava “farto de viver [...] com dois rafeiros atiçados às canelas, dois censores encartados”, referindo-se a José Diogo Quintela e Araújo Pereira.

Quintela, que terá respondido a estas declarações de Sousa Tavares numa crónica de 7 de Novembro, acusa o director de A Bola Vitor Serpa, de ter cortado parte do conteúdo da crónica: precisamente a resposta a Sousa Tavares. No dia 11, em editorial, Vitor Serpa anunciava a saída do jornal de Quintela e Araújo Pereira, em reacção a esse episódio e por iniciativa dos humoristas.

Então contactado pelo PÚBLICO, Sousa Tavares negou ter tocado no assunto, pessoalmente, com Vitor Serpa.

Quintela, que apresentou queixa na ERC vê agora o regulador dar-lhe razão. Para a ERC, Vitor Serpa abusou dos poderes inerentes ao seu cargo de director: “A conduta do Director deA Bola não se enquadra nos padrões de exigência ético-legais que devem pautar a actividade jornalística em geral e extravasa dos limites dos poderes de gerais de orientação que lhe assiste”.

O regulador acrescenta que “[o corte] representa uma distorção inaceitável da opinião do autor e traduz igualmente um comportamento que ofende a boa-fé e as expectativas dos leitores, os quais não foram alertados para o tratamento de “edição” de que a crónica foi objecto.”

E aconselha o jornal a “no futuro, observar de forma rigorosa os limites legais aos poderes do Director, especialmente no que respeita a casos análogos que envolvam artigos de opinião.”

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.

Follow Me